Página inicial

असंशयं महाबाहो मनो दुर्निग्रहं चलम् ।
अभ्यासेन तु कौन्तेय वैराग्येण च गृह्यते ॥

“Não há dúvida de que a mente é rebelde e instável, mas através da prática e do desprendimento ela pode ser domada” (Gītā 6.35)

Posts recentes

Yoga, um Ato de Fé

Sempre desconfie de chavões. Fórmulas consagradas de pensamento, ainda que possam ser a semente de alguma intuição valiosa, por si mesmas mais encobrem do que revelam, funcionando apenas como um simulacro fácil de conhecimento genuíno, o qual é sempre trabalhoso, exigente, difícil. Achar-se sabedor de algum assunto apenas por estar de posse de algumas frasesContinuar lendo “Yoga, um Ato de Fé”

Yogaterapia

Dependendo do ponto de vista através do qual a encaramos, a prática do Yoga pode ser “definida” de diferentes maneiras. Batendo o olho nas afirmações de natureza metafísica que Patañjali, nos seus Yoga-sūtras, faz a respeito da natureza do mundo (II – 15), dos meios válidos de conhecimento (I – 7), do sujeito (II –Continuar lendo “Yogaterapia”

A Árvore do Yoga

No começo as montanhas eram só montanhas e as árvores eram só árvores. Depois, quando comecei a prática do Zen, as montanhas não eram mais montanhas e nem as árvores eram mais árvores. Agora, compreendendo o Zen, as montanhas são só montanhas e as árvores, só árvores. Ditado Zen Introdução Desconheço a fonte da citaçãoContinuar lendo “A Árvore do Yoga”

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.